Maduro Maio

Para versão Audio, click aqui. É um dos meus olhos que desperta sozinho, rodando sobre si próprio em busca do fresco aroma da rapariga. Eu sinto esse sangue olfactivo, que lhe desce do pescoço, dos braços, do ventre, que lhe sobe pelas pernas. Logo é a minha língua que desperta, para saborear as minhas comissuras … Continuar a ler Maduro Maio

Macunaíma

Macunaíma foi publicado em 1928 e é considerado a obra-prima de Mário de Andrade. Inspirado em lendas, crónicas, ditados e folclore, é também um marco da literatura brasileira, tido como romance fundador. O herói do romance é muitas vezes equiparado ao retrato do Brasil. O carácter glutão e antropofágico da cultura brasileira é uma das faces do pensamento modernista, e é por isso que Macunaíma é um herói sem nenhum carácter, porque todos os caracteres são seus.