Cerimónias de Admissão na Bruxaria Primitiva

Cerimónia das Bruxas

                Para as bruxas pré-cristãs, e também nas suas comunidades escondidas, havia uma espécie de cerimónia de admissão para novos membros na comunidade que era semelhante em todos os grupos por toda a Europa.

Na sua essência, era uma cerimónia de devoção ao “Mestre”, o Demónio, em que a participação acontecia de livre e espontânea vontade. Havia diferenças conforme a idade do candidato, não sendo este admitido nos “altos mistérios” antes dos vinte anos.

Tratava-se de uma iniciação realizada em etapas, sem no entanto nenhum rito em especial. O que era comum a todas era a “marcação” do indivíduo, com uma marca feita com ferro, do tipo arranhão ou queimadura, em alguma parte do corpo.

Os filhos dos membros do culto eram consagrados e todos os bruxos pertenciam à mesma religião durante toda a vida. Caso houvesse algum tipo de traição em relação à crença nesta figura do “demónio” poderia existir um julgamento, de que trataremos noutra ocasião. As conversões de antigos cristãos eram feitas com as mesmas regras, acompanhadas de uma renúncia à antiga prática: a alma deveria ser completamente entregue ao inferno.

Para a semana falaremos de mais detalhes sobre os ritos das cerimónias de admissão.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s