Toma Lá Morangos!

Dragão dos Morangos

                Os morangos são uma fruta invernal, com características muito especiais. Com as condições certas, podem crescer em grandes quantidades. E não é muito difícil ter as condições certas, pois as suas sementes estão do lado de fora e eles podem crescer em quase todo o lado.

Por isso, são uma fruta associada à força feminina, às deusas e à fertilidade feminina. Podem ser usados em poções afrodisíacas, tendo esse seu uso sido muito popular na França do período clássico. Com eles, podemos fazer encantamentos para promover o amor inocente, a amizade, a felicidade e a doçura numa situação concreta.

Morangos Desenhados

Também tem outros usos mágicos, como atrair sucesso e boa sorte. O morango ajuda as circunstâncias favoráveis a acontecerem. Tanto os frutos como as folhas podem ser utilizados, sendo que estas são muitas vezes carregadas como amuleto de boa sorte ou por mulheres gravidas para facilitar nas dores de parto.

Como são plantas perenes, devemos considerar utilizá-los par projectos a médio-prazo: encantamentos com morangos afectam uma fase da vida, e não o tempo como um todo.

Pessoalmente, adoro morangos! Até escrever esta nota, não sabia que tinha estas propriedades sobre a fertilidade, o que me assusta um pouco, porque adoro comê-los!

Morangos no Pote

2 opiniões sobre “Toma Lá Morangos!

  1. Abrevio aqui um dos episódios da permanente disputa entre os invasores romanos e Astérix e seus amigos, que inclui os MORANGOS de uma forma sutilmente irónica e, sobretudo, divertida: sucedeu que os habitantes da pequena aldeia gaulesa resolveram divertir-se com os romanos da fortaleza de Babaórum (ou a de Petibonum…) e seu comandante, Caius Bonus, e permitiram que o druida Panoramix fosse aprisionado, pois que os romanos pretendiam, a todo transe, que lhes fosse produzida a poção mágica…
    Claro que Astérix, Obélix e Ideafix acompanharam o druida durante o seu “cruel destino de prisioneiro dos romanos”. Lá chegados ao acampamento romano, iniciaram-se os preparativos para a produção da poção mágica: Panoramix foi à floresta com sua foice de ouro para colher os ingredientes, sobretudo o visco e o trevo de quatro folhas. Os romanos, expectantes, assistiam a cena do acender do fogo, da colocação do caldeirão e da mistura dos ingredientes. Até que, pelas tantas, Panoramix exclama: “Faltam os morangos! Os morangos são fundamentais para a poção! Precisamos imediatamente de morangos!”
    O comandante do campo, Caius Bonus, responde: “Ó, Panorâmix, nesta época do ano não há morangos nesta região!” Mas Panoramix insiste: “Busquem-nos em outra região!”
    Sem mais alternativas, Caius Bonus ordena aos centuriões que se ponham em busca de morangos por toda parte. A confecção da poção fica suspensa durante uma boa semana… durante a qual os “prisioneiros” banqueteiam-se à custa dos romanos com grandes doses de javalis assados.
    Depois, um a um, os centuriões vão retornando, esgotados de sua missão e… de mãos vazias! Caius Bonus desespera, mas, por fim, lá surge manquejando de cansaço um derradeiro centurião transportando com mil cuidados uma cestinha com morangos e informa o comandante: “…consegui-os pela troca com o meu gladius!”
    Empolgado, Caius Bonus entrega a cestinha a Panoramix que, com Astérix e Obélix, passa a experimentar calmamente os morangos e a expressar sua aprovação: “Huumm… de facto estão muito bons!” ou “Que delícia! Estão bem madurinhos e doces!” ou ainda “..apesar de tudo, prefiro javali assado…”
    Perante os olhares atónitos de Caius Bonus e seus comandados, os três gauleses comem TODOS os morangos! E ainda perguntam: “Não há mais??!”
    O comandante romano não aguenta: “E agora, ó druida? Se não há mais morangos, que são indispensáveis, como poderás confeccionar a poção?”
    A essa pergunta, Panoramix, com sua conhecida fleugma, responde (para desespero e raiva do comandante romano): “Não te preocupes, ó Caiús Bonús, os morangos são de facto indispensáveis, mas apenas para DAR SABOR à poção mágica…”
    Claro que, mais tarde, a poção produzida e distribuída aos romanos, ao invés de lhes proporcionar a desejada força, tem por efeito o crescimento súbito e desmesurado dos pelos por todo corpo, o que gera uma sequência gozadíssima de acontecimentos que culminam, como sempre, com uma tareia desancada sobre os pobres romanos!

    Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s